sábado, 26 de julho de 2008

S.O.S "EDIFICIO OK"


O "Edifício Ok" foi um dos primeiros clubes sociais da cidade. Nele já funcionou o Excelsior Club, Sorveteria, Salão de Bilhar e uma Barbearia. Foi construído por José Lira, em 1935, com o objetivo de instalar um cinema (o já desativado cine Eden) e um espaço para realização de festas. Era nele que a juventude cajazeirense das décadas de 50 e 60, se encontravam para curtir o som dos grandes nomes da Jovem Guarda e tomar uma cervejinha gelada nas badaladas tardes de domingos. Tardes regadas à brilhantinas, Chanel e pó compacto. Nos dias de hoje, o prédio agoniza e caminha em direção as ruínas e todos vêem e não fazem nada.

domingo, 13 de julho de 2008

João, carnaval e suco de cajá.


Dos artistas integrantes do antigo Atelier de Artes do NAC - Núcleo de Extensão Cultural da UFPB/Cajazeiras, João Braz, sem dúvida o que mais se destacou na ornamentação de eventos. Na imagem acima, está uma prova do seu talento, num projeto visual para o carnaval moderno da cidade de Padre Rolim. Decoração como essa, não se costuma ver com freqüência na Marquez de Sapucai e nem no circuito Barra-Ondina em Salvador.

sábado, 12 de julho de 2008

OS BRAÇOS ABERTOS DO CRISTO



Final de verão, véspera de inverno. Uma mistura de por do sol e céu nublado deixava o nosso cristo assim... lindo, verde amarelado. Era como se "Ele" fosse abraçar as nuvens carregadas de chuvas, que traziam esperança a todos sertanejos. Anuciando a chegado do inverno no sertão.

PRAÇA CORAÇÃO DE JESUS



Praça Coração de Jesus anos 50. Que lindo, que momento mágico. A direita em primeiro plano, está a imponete esquina onde hoje é a Daniele Boutique. Bem lá no fundo, o antigo Armazém Bandeirante com o seu concorrete Armazém São Paulo à esquerda. No meio, o saudoso pé de trapiá. O mais... Jippe's, Marinetes, homens, mulheres e o céu como testemunha.

foto: http://www.defatosefotos.hpg.com.br

ESQUINA DA DANIELE



De tudo que restou da arquitetura antiga de Cajazeiras, o prédio de esquina onde está as instalações da Daniele Boutique é sem duvida um orgulho para todos nos cajazeirense. Em estilo neoclássico e linhas arrojadas que lembra a velha arquitetura colonial cubana. A antiga construção resistiu o tempo e tem encantados os olhos de quem visita a cidade. Tomara que a proprietária da loja conserve-o distante do fantasma da demolição por muito anos.


CAJAZEIRAS TÊNIS CLUBE

Nos anos 70 e 80, grandes carnavais e os bailes das tradicionais semanas universitárias, foram realizados no Cajazeiras Tenis Clubes. Bandas como: Ipacto 5, Tuareg's e Placa Luminosa foram as principais atrações de uma época que deixou saudades.


foto: http://www.defatosefotos.hpg.com.br


Anos 60. Em dias de grandes festas e badalações, a sociedade emergente cajazeirense, costumava exiber seus carrões, na frente do principal clube da cidade.

foto: http://www.defatosefotos.hpg.com.br

sábado, 5 de julho de 2008

Você viu a fumaça do trem?


................................................................................................................................

Bons tempos do trem. Do trem que fazia linha de Cajazeires a Antenor. Do trem que tragava fumaça e que fazia Piuí, Piuí, Piuí... Do trem que andava nos trilhos. Do trem que deixou saudades. Do meu trem que se foi e não voltou. Quem viu o trem? Você viu? Imagine só se ele aparecesse de repente, voando, soltando fumaça pelas ruas de Cajazeiras, como aquela máquina fantástica do Dr. Emmett Brown - Christopher Lloyd, na trilogia de: "De volta para o futuro" do diretor Robert Zemeckis. Ou se ele surgisse do nada em plena Praça João Pessoa, parecendo aquele trem da primeira exibição de cinema feita em 1895, pelos irmãos "Lumiére" em Paris.

foto:http://www.defatosefotos.hpg.com.br
direitos: acervo particular de Solidônio Lacerda (Rio de Janeiro)

JOÃO BOSCO BARRETO



O advogado e político cajaseirense João Bosco Braga Barreto, foi uma voz isolada a gritar por melhores condições de vida para a população sertaneja, como também, uma referênça na luta contra o regime militar no interior paraibano. Isso tudo lhe rendeu uma derrota (que ficou caracterizada como fraude eleitoral) a prefeito de cajazeiras, para seu opositor Epitácio Leite Rolim; uma eleição para Deputado Estadual; uma Suplência de Senador e uma prisão pela Polícia Federal, no centro comercial de cajazeires, acusado de ser subversivo e agitador.

foto:
http://www.defatosefotos.hpg.com.br

9º Festival de Artes da Paraíba



9º Festival de Artes da Paraíba, um evento artístico cultural realizado em 1985, pelo Governo do Estado em Cajazeiras, para o homenagear o cantor e compositor cajazeirense Zé do Norte A arte do cartaz foi de autoria do artista plástico Fred Svendsen.

VAI ANDORINHA VAI LIGEIRO...

Eliete Rodrigues Alves na porta de um dos ônibus da frota

 "Vai andorinha vai ligeiro..." Anunciava o jingle rodado diariamente nas rádios Cajazeiras e Alto Piranhas. Na parta do ônibus, a senhora Eliete Rodrigues Alves, filha do empresário João Rodrigues Alves, dono da empresa Expresso Viação Andorinha. A empresa foi uma das pioneiras no transporte de passageiros do sertão de Cajazeiras à João Pessoa, capital do Estado.

João Rodrigues Alves ao lado de Raimundo Ferreira

Chaveiro com a logo da empresa





foto: http://www.defatosefotos.hpg.com.br

quarta-feira, 2 de julho de 2008

ARTISTAS DE CAVALETES


Década de 80. Integrantes do Atelier de Artes do NAC/UFPB-Cajazeiras, durante um trabalho de pesquisa sobre a "arte em lameira de caminhões". As três fotos mostra os Artistas Plásticos: Salvinho, Cleudimar, João Braz, Talma Cartaxo e Larrubia Caldas. Dt/foto tirada pelo Artista Plástico e Profº da UFPB Chico Pereira. Na época Chico Pereira representando a COEX/UFPB, a trabalho, visitava o Atelier de Artes do Campus V/UFPB - Cajazeiras.




fotos: Francisco (Chico) Perreira Júnior
acervo: Cleudimar Ferreira