quarta-feira, 2 de março de 2011

Deu na folha:

Ator promete permanecer acorrentado na porta do Teatro Ica por tempo indeterminado em protesto


Manobras para retardar a nomeação do teatrólogo cajazeirense Orlando Queiroz Maia (foto), o “Mainha”, está deixando o rapaz insatisfeito, pois o mesmo já atribui os acontecimentos a um grupo de pessoas ligadas umbilicalmente a cultura local e, indícios dão que o empresário que explora comercialmente um bar instalado no anexo do Teatro Iracles Pires vem usando de toda artimanha para a retardação da nomeação do referido ator.

Tudo
porque “Mainha” andou comentando nos bastidores que tem a intenção de tomar providências urgentes no desmembramento de água e luz que aquele “comércio” usa abundantemente sem custas ao mandatário.

Inconformad
o, visivelmente, Orlando se prepara para fazer uma greve de fome em protesto às atitudes dos "companheiros" de outrora.

Como prazo estabelecido para iniciar silenciosmente ao referido infortúnio, "Mainha" se diz pronto para as primeiras horas desta quinta-feira (3), na porta do teatro, "vou permanecer acorrentado, sem comer por tempo indeterminado, ou até que as autoridades tomem conhecimento e resolvam de uma vez essa questão", afirmou o mesmo.


Matéria

Um comentário:

Anônimo disse...

Esse é um verdadeiro atoa otario e não ator. Fazendo chantagem para conseguir um cargozinho para ganhar uma merreca olha o que esse cara estar fazendo é coisa de incompetente. Vai estudar e fazer um concurso público como eu fiz e não fiquei mendigando atrás de político.