segunda-feira, 13 de junho de 2011

História:

Orquestra (Jazz) Manaíra

     A história da Orquestra de Jazz Manaíra não pode ser contada sem a participação dos velhos carnavais nos principais clubes sociais de Cajazeiras - Excelso Clube (depois 08 de Maio) e Tênis Clube. Foi nesses clubes, onde a mesma por muito tempo se tornou a principal orquestra responsável pela animação de bailes carnavalescos e festas sociais; que ela adquiriu prestigie fama e abraço o sucesso, sendo requisitada e disputada para tocar em grandes bailes nas principais cidades da Paraíba e no vizinho Estado do Ceará. 

      Foi criada na década de 40, pelo músico e maestro Esmerindo Cabrinha, a partir de um grupo musical que animava os bailes no Excelso Clube. A antiga orquestra cajazeirense passou muitos anos sendo dirigida pelo próprio Esmerindo Cabrinha; quando no início da década de 50 o maestro passou sua direção para o músico Mozar Assis. Pouco depois, a palavra "Jazz" foi retirada do nome da orquestra ficando assim, chamada de Orquestra Manaíra. 
    
    Segundo informações de fontes ligadas a ex-integrantes da orquestra, a sua primeira formação contou com a participação dos músicos Rivaldo Santana, Espedito Cabeção, Adelson Baqueta, Macedo, Gilberto, João Cassiano, Zé de Esmerindo, Moacir, Mozar Assis, Milton Cabrinha, Zé Bernardino, Esmerindo Cabrinha, Zé Nogueira, Adalberto e Zé Cassiano. O pioneirismo da Orquestra e seu sucesso, nos bailes de colação de graus e debutantes, influenciaram a criação de outras orquestras do gênero, que tiveram suas formações nas décadas de 60, 70 e 80, como foi o caso das orquestras Santa Cecília e Chaveron - do radialista Zeilton Trajano.

    A Orquestra Manaira ou Jazz Manaíra como está grifada na fotografia acima, ensaiava seus acordes jazzísticos alá Glenn Miller em um salão que ficava nos fundos do Círculo Operário. Isto é, já na Rua Pedro Américo.













Nenhum comentário: