quinta-feira, 17 de agosto de 2017

PROGRAMAÇÃO DO CINE AÇUDE GRANDE


QUINTA-FEIRA – 24/08/2017
MANHÃ
9h Oficina Produção Audiovisual – Ministrante: Marcelo Paes de Carvalho
Local: UFCG
9h Oficina Teatralizando – Ministrante: Alhandra Campos
Local: Centro Cultural Zé do Norte
TARDE
14h - X Mostra Interestadual do Cinema Paraibano - - PROJETO CINESTÉSICO – CINEMA E EDUCAÇÃO
ARUANDA – Diretor: Linduarte Noronha - DOC-FIC, 21’
CÃO SEDENTO – Diretor: Bruno Sales - FIC., 10’
A CANGA – Diretor: Marcus Vilar - FIC., 12’
OS ROMEIROS DA GUIA - Diretor: João Ramiro Melo e Vladimir Carvalho -DOC., 15’
AMANDA E MONICK – Diretor: André da Costa Pinto  - DOC., 18’
Local: Auditório UFCG
14h - Mostra Infantil - Buda Lira
Imãginações – Diretor: J. França – Fic/6:45’
Estranho Impar - Beto Oliveira - 15’8’’ FIC SP
Vai que é tua Tafarinha – Diretor: George Augusto Fic/AM/ 5'
#apaixonadinho - Alexandre Estevanato – Fic/SP/13’26’’
Local: CAIC
NOITE
19h - Abertura Oficial
19h15 - Apresentação cultural
19h30 Mostra Competitiva Nacional - Marcélia Cartaxo
Preto Pobre Puto –Diretor: Diego Tafarel – Doc/DF/14’59
O Guardião - Fernando Menegatti – Fic/RS/19’59
Frequências - Adalberto Oliveira – Fic/PE/19’29
Em Torno do Sol – Diretor: Júlio Castro / Vlamir Cruz – Fic/RN/11’59
20h30 - Mostra Competitiva Parahybana - Bertrand Lira
Adiós, Jampa Viega! – Diretor: Virgínia de Oliveira Silva– Doc/PB/14’53
Malha - Diretor: Paulo Roberto – Doc/PB/14’13
Manancial - Diretor: Bruno Soares – Fic/PB/14’13
Sobre uma borboleta e seu casulo - Diretor: R.B. Lima – Fic/PB/7’28
21h30 Debate com os realizadores
22h Shows Banda Conspiração Apocalipse
Local: Açude Grande

SEXTA-FEIRA – 25/08/2017
MANHÃ
9h Oficina Teatralizando – Ministrante: Alhandra Campos
Local: Centro Cultural Zé do Norte
9h Oficina Roteiro, noções básicas – Ministrante: Torquato Joel
Local: UFCG
TARDE
14h X Mostra Interestadual do Cinema Paraibano - - PROJETO CINESTÉSICO – CINEMA E EDUCAÇÃO
UMA FLOR NA VÁRZEA – Diretor: Mislene Santos e Matheus Andrade - DOC., 20’
TRANSMUTAÇÃO – Diretor: Torquato Joel - DOC., 12'
ILHA – Diretor: Ismael Moura - FIC., 15'
PRAÇA DE GUERRA – Diretor: Edmilson Nunes - DOC.,20’
SOPHIA – Diretor: Kennel Rógis - FIC., 15'
LOCAL: UFCG
14h – Maquiagem, uma vivência – Ministrante: Williams Muniz
Local: Centro Cultural Zé do Norte
14h - Mostra Clandestina Nanego Lira
Quando Parei de Me Preocupar Com Canalhas – Tiago Vieira – Fic/SP/14’59
Deuteronômio 22 - Diretor: Érico Luz – Fic/SP/5’22
Sangria – Diretora: Iasmin Alvarez – Fic/SP/ 15'16''
Entre Os Ombros – Diretora: Carolina Castilho – Fic/SP/19’06
Atrito – Diretor: Diego Lima – Fic/PB/18’35
Hozana nas alturas – Diretor: Eduardo Varandas Fic/PB/17’33
Local: UFCG
14h Mostra Infanto-Juvenil Buda Lira
Sai da Frente! – Diretor: Artur Bryk – Animação/ SP/2’53’’
Esaú, o catador de histórias – Diretor: André Dias – Animação/CE/9’49’’
O menino do dente de ouro – diretor: Rodrigo Sena FIC/RN 14’41’’
Bem Bonzim - Diretor: Wesley Kayke - 8’ FIC PB
LOCAL: ESCOLA MARIA GUIMARÃES COELHO
NOITE
19h Apresentação cultural
19h15 Mostra Competitiva Nacional - Marcélia Cartaxo
O Homem Que Não Cabia em Brasília - Gustavo Menezes – Fic/DF/16’33
Fonte Nova - Matheus Vianna – Fic/BA/ 15’
Gigantes da Alegria –Diretor: Ricardo Rodrigues e Vitor Gracciano – Doc/RJ/12’
Capital (1957) – Diretor: Daniel Mata Roque – Doc/RJ/19’58
20h15 Mostra Competitiva Parahybana - Bertrand Lira
Cumieira – Diretor: Diego Benevides – Fic/PB/13’38
Contínuo – Diretor: Odécio Antonío – Fic/PB/16’14
Aroeira – Diretor: Ramon Batista – Fic/PB/19’2
Praça de Guerra – Diretor: Ed Junior– Doc/PB/19’
21h00 Debate com os realizadores
22h Shows
Baile Zé do Norte (COLETIVO CULTURAL MARIA FUMAÇA)
Banda Influenza (UFCG)
LOCAL: AÇUDE GRANDE

SÁBADO – 26/08/2017
MANHÃ
9h Mesa Redonda: Mulher e Cinema – Mediação: Thalyta Lima
Local: UFCG
TARDE
14h Oficina: Cinema e Educação – Ministrante: Virgínia Gualberto
Local: UFCG
16h Encontro do Fórum Audiovisual Paraibano – Mediação: Kalyne Almeida
Local: Açude Grande
NOITE
19h Lançamento do livro Cinema Noir – Bertrand Lira
19h20 Mostra Feminina Soia Lira
Andante, Allegro e Vivace - Diretora: Anderlúcia Caldas – Doc/PB/19'58
Cheiro de Melancia - Diretora: Maria Cardozo Fic/PB/16'07
Feliz Ano Novo - Diretora: Mônica Donatelli – Fic/SP/17'10
20h30 Debate com as realizadoras
21h30 Mostra Piolim (homenagem especial)
22h30 Debate com os homenageados e homenageadas
22h30 Shows
Coco de Dona Zefinha
Sandra Belê




domingo, 6 de agosto de 2017

PROGRAME-SE! VEJA A PARTE CULTURAL DA PROGRAMAÇÃO DE 154 ANOS DA CIDADE DE CAJAZEIRAS.


DIA 10/08 (QUINTA-FEIRA)
19h00 - Programa “Cinema nos Bairros”.
Local: Praça Irmã Fernanda - Casas Populares.
DIA 11/08 (SEXTA-FEIRA)
19h00 - Programa “Cinema nos Bairros”.
Local: Bairros Vila Nova e São Francisco.
DIA 14/08 (SEGUNDA-FEIRA)
19h00 - Abertura da Feira Cultural “Arte Agosto”, com apresentações de escolas do Sistema Municipal de Educação, (Vitória Bezerra, Crispim Coelho, Antônio Tabosa Rodrigues - CAIC, Luiz Cartaxo Rolim e Maria Guimarães Coelho).
Local: Praça da Matriz Nossa Senhora de Fátima.
DIA 15/08 (TERÇA-FEIRA)
19h00 - Continuação da Feira Cultural, com apresentações de escolas municipais. (José Leite Rolim, Cecília Estolano Meireles, Galdino Pires Ferreira, Matias Duarte Rolim, Costa e Silva, Irmã Nirvanda Leite).
Local: Praça da Matriz Nossa Senhora da Fátima.
DIA 16/08 (QUARTA-FEIRA)
17h00 - Abertura da Escola de Música Santa Cecília e lançamento do Projeto “Cantos que Educam”.
Local: Sede da Banda Municipal Santa Cecília.
19h00 - Continuação da Feira Cultural, com grupos artísticos locais e regionais.
Local: Praça da Matriz Nossa Senhora de Fátima.
DIA 17/08 (QUINTA-FEIRA)
19h00 - Continuação da Feira Cultural, com grupos artísticos locais e regionais.
Local: Praça da Matriz Nossa Senhora de Fátima.
DIA 18/08 (SEXTA-FEIRA)
08h00 - Lançamento do Edital do FUMINC - Fundo Municipal de Incentivo à Cultura.
Local: Centro Cultural Zé do Norte.
19h00 - Encerramento da Feira Cultural, com grupos artísticos locais e regionais.
Local: Praça da Matriz Nossa Senhora de Fátima.
19h30 - Lançamento do livro “Rima e Prosa de Cristiano Cartaxo”, e instalação da Mostra “Cristiano Cartaxo - um cajazeirense”.
Local: Auditório Bento XVI da FAFIC.
DIA 21/08 (SEGUNDA-FEIRA)
17h00 - Sessão Especial em homenagem aos 130 anos de nascimento do Poeta Cristiano Cartaxo.
Local: Escola Polivalente Cristiano Cartaxo.
20h00 - Lançamento do livro “Um Tranca no Brasil”, de autoria do médico Vituriano de Abreu.
Local: Biblioteca Pública Municipal Dr. Castro Pinto.
DIA 24/08 (QUINTA-FEIRA)
19h00 - Festival de Cinema Cine Açude Grande.
Local: Praça do Leblon.
DIA 25/08 (SEXTA-FEIRA)
19h00 - Continuação do Festival de Cinema.
Local: Praça do Leblon.
19h00 - Lançamento dos livros “Presepadas” e “Nossos Caminhos” de autoria, respectivamente, dos médicos cajazeirenses João Bosco Braga e Rafael Holanda.
Local: Biblioteca Pública Municipal Dr. Castro Pinto.
20h00 - Apresentação do Grupo de Xaxado Pisada do Sertão.
Local: Calçadão do Hotel Oásis.
DIA 26/08 (SÁBADO)
19h00 - Encerramento do Festival de Cinema.
Local: Praça do Leblon.
20h00 - Apresentação do Grupo Reisado Zé de Moura.
Local: Calçadão do Hotel Oásis.



quarta-feira, 2 de agosto de 2017

POESIAS DESTAQUES NO "CONCURSO DE POESIA 2017"

















De Cristiane Maciel

Foi um sonho
Deitada na areia
Diante de um lindo mar
Foi em noite de lua cheia
Que comecei a sonhar
Ao som das ondas
Que vão e que vem
Viajei com você
dentro de um trem
O trem tinha como destino
Um belo mar
Seguimos sempre sorrindo
Até o trem chegar
Caminhamos pela a praia
Deixamos os nossos passos a flutuar
E de testemunha,
A lua cheia a nos pratear
Depois entramos no navio
Com a Felicidade certa
O navio tinha como destino
Uma ilha deserta
Chegamos na ilha
E os teus lábios beijei
Ao sentir o néctar do seu beijo
Eu despertei
Acordei, sozinha, na areia
Debaixo de um céu estrelado
De uma lua cheia
E sem te ter ao meu lado.
Percebi que não estava sonhando
Mas nossos passos na areia pude ver
Acabei triste chorando
Sem conseguir entender
Porque eu amo você
                       











De Gissania Pereira Almeida

Roda gigante
Ontem andava com uma caneta
E um caderno nas mãos
Hoje só me restam as folhas fragmentadas
Nos mares obstruídos
Outrora, eu tinha "o tudo"
Estava numa redoma
Portanto, desconhecia a vida
Não tinha noção de nada
E caí no erro
Encontrei uma pedra de crack
No meio do caminho
E tropecei caindo
Hoje estou nas calçadas
Não da fama, mas da lama
Onde imploro por um pedaço de pão
Esgotaram-se os sonhos
O agora é pesadelo
Estou morrendo de frio
De lá para cá uma coisa não mudou:
Os Medos
Que multiplicaram, pois falta a redoma
Que me envolvia por completo
Sinto frio!













De Roberto Ferreira

Cigarro
Saliva!
Na Fumaça do cigarro 
O teu Beijo
Evapora
Lembranças
Me molha
Me baba
Me acende e me traga!
Traga
A trégua
O trigo
E o pão
Faz-me grão em tua terra
Fartura em tua ceia
Me aspira em poesia
Me inspira a poesia
Me queima até o filtro e me prende em ti o máximo que puder.













De Luíza Correia Alves Neta

A liberdade de ser poesia
Essa poema leve, esse poema cálido
Que aos poucos enaltece
O meu semblante pálido
Esse poema puro
Esse poema louvável
Conforta me desespero
E expulsa o tédio
Dos que me ignoram
Esse poema sutil, esse poema amável
Afasta a treva presente
Na atitude indevida
Me põe novamente serena
No que importa a vida.


De Willyan Ramon de Souza Pacheco

Sou Negro
Falam de meritocracia, mas não vejo oportunidades
Falam de educação, mas não dão escolas de qualidade
Falam porque sou negro, como se eu pudesse mudar minha cor
Dizem que somos humanos, mas não conheço um ser sem amor
Não quero regalias nem muita atenção
só quero respeito, paz e ser amado sem diferenciação
Sou negro, sou afro e meu cabelo é lindo!
Tenho orgulho da minha cor!
Me engrandeço com minha história de luta
E nunca me canso de ser sonhador
Luto todos os dias, acordo cedo e vou trabalhar:
Enfrento o mundo e o preconceito
Todos nós habitamos no mesmo lugar

Quero uma sociedade justa
Sem desigualdades nem ignorância
Não quero que me falte leite na boca da criança
Não quero ser oprimido, nem ser referência de cor:
Eu quero ser tratado como humano
Ter salário, não ir preso
Quero um mundo sem desprezo
O que quero é ser tratado como gente
Sem me chamarem de bandido
Eu quero que o policial seja meu amigo
Eu quero ter família e oportunidades para estudar
O que quero é ser reconhecido
Por também ser o dono desse lugar.